Duelo dos Aeroportos (ou O Prenúncio do Caos)

Este ano fui para a Inglaterra 2 vezes (calma, foi a trabalho; não estou com essa bola toda) e foi interessante – para não dizer desanimador – ver as diferenças entre os aeroportos daqui e de lá. Sei que é covardia, mas vamos fazer uma comparação entre Cumbica (Guarulhos) e Heathrow (Londres).

As viagens que fiz foram em março e setembro, mas não era feriado em nenhum dos 2 países, nenhuma data especial que justificasse algum fluxo anormal, muito menos temporada de férias nem nada do tipo. Claro que apenas 2 viagens não constituem uma amostragem estatisticamente relevante, mas a menos que eu tenha sido muito azarado, o que eu presenciei não deve estar muito fora da realidade, acredito que deva estar “na média”. Os fatos relatados não estão necessariamente em ordem cronológica, já que misturei situações das 2 viagens, mas a ideia aqui é comparar os aeroportos e não relatar sequencialmente os fatos.

Chega de enrolação e vamos ao que interessa.

Embarque

Em Guarulhos tive 2 experiências: uma péssima e outra nem tanto. Na primeira vez, peguei uma fila de quase 1 hora e meia para fazer o check-in. Na segunda, tive mais sorte e demorei apenas 30 minutos.

Já em Londres, demorei 5 minutos na primeira vez (nem dá pra chamar aquilo de fila) e 30 minutos na segunda. Não sei se dei uma puta sorte na primeira vez, mas de qualquer forma também dei sorte em Guarulhos na segunda vez, já que logo depois que eu despachei minha mala a fila tinha dobrado de tamanho. Acho que no fim não foi sorte, eu é que cheguei cedo mesmo.

Decolagem

Em Guarulhos tive atrasos de 2 horas na primeira vez e 1 hora na segunda, em Londres tive apenas atraso de meia hora na segunda vez. Na primeira viagem, acredite, o vôo saiu no horário! Foi a primeira vez na vida que eu vi um avião sair no horário, incrível não ter chovido.

Falando nisso, em nenhuma das vezes estava chovendo, nevando ou tendo qualquer outro fenômeno natural que justificasse o atraso. Deve ter sido incompetência mesmo.

Desembarque

Na primeira viagem, a fila da imigração em Londres foi rápida, uns 20 minutos. Na volta, em Guarulhos, demorou mais de 1 hora. Já na segunda vez, foi o contrário: em Londres fiquei mais de 1 hora, em Guarulhos fiquei uns 20 minutos. Vai entender.

Em compensação, pegar as malas em Londres é um processo absurdamente mais simples e menos penoso do que em Guarulhos. Em Londres as malas chegam na esteira muito antes de você (em Guarulhos é o contrário). Além disso as esteiras de Heathrow são grandes, comportando várias pessoas de uma vez, e o saguão é bem espaçoso, permitindo que todos consigam transitar com suas malas gigantes sem esbarrar em ninguém. E os carrinhos estão todos em perfeito estado, ao contrário de Guarulhos, onde tive que verificar 3 carrinhos até achar um decente (um tinha a roda torta, outro não virava, etc).

Já a esteira de Guarulhos é ridícula, na primeira vez ficamos 40 minutos que nem idiotas olhando para a esteira, esperando as malas começarem a ser descarregadas! É isso mesmo, chegamos todos na esteira (depois de 1 hora na fila da imigração), e depois de 40 minutos é anunciado que as nossas malas começaram a ser descarregadas! Isso porque eu olhei em volta e no painel, e vi que só tinha o nosso vôo!!! Simplesmente ridículo, será que eles levam as malas uma a uma?

Na segunda vez foi ainda pior. Tinha mais uns 5 vôos chegando na mesma hora e foi aí que eu vi uma cena epicamente patética: um congestionamento de carrinhos de mala! Isso mesmo, toda a galera dessa meia dúzia de vôos pegou as malas ao mesmo tempo (depois de esperar 40 minutos por elas, claro) e quando todos foram tentar sair, o negócio simplesmente travou! Era tanta gente tentando sair ao mesmo tempo que ninguém conseguia sair do lugar, foi ridículo!

Na verdade não era tanta gente assim (meia dúzia de vôos para um aeroporto de uma cidade que quer receber uma Copa do mundo? Deveria ser pouco, mas esqueci que estamos no Brasil…), o problema é que aquele saguãozinho de merda não tem espaço suficiente (se chegarem 2 vôos ao mesmo tempo já fudeu tudo), as esteiras são pequenas e o serviço de levar as malas até elas é ineficiente. Além disso havia apenas uma funcionária tentando – em vão – organizar a fila. É isso aí, UMA pessoa tentando organizar centenas. E digo mais, uma pessoa totalmente perdida, sem preparo nenhum, gritando com os passageiros, perdendo o controle da situação, estressando a tudo e todos (inclusive ela própria). Preciso dizer que a fila foi improvisada, e por isso era toda torta e confusa? É com esse maldito jeitinho brasileiro que pretendemos receber milhares de turistas para a Copa?
E ainda por cima conseguiram a façanha de quebrar o cadeado da minha mala! Parabéns a todos os envolvidos!

E pensar que alguns minutos antes eu estava feliz porque a fila da imigração foi rápida. O Brasil é assim mesmo, quando não faz merda na entrada, faz na saída.

Infraestrutura

Até aqui estamos perdendo feio, mas se preparem que agora sim vem a humilhação.

Heathrow tem 3 estações do metrô que servem a diferentes terminais do aeroporto. TRÊS estações!! TRÊS!!!! No mesmo aeroporto!!! Guarulhos tem… cof cof… deixa pra lá.

Sem contar que você também pode ir para Heathrow de trem, ônibus e até de bicicleta! Ah sim, alguém já viu a estrutura de transportes públicos de Londres? É tudo integrado, pontual e eficiente. Claro que não é perfeito, deve atrasar e quebrar às vezes, mas mesmo assim deixa a gente no chinelo. Enquanto isso, São Paulo está em algum canto, se escondendo de vergonha, sonhando com o trem que vai até o aeroporto. Meu palpite é que NÃO vai ficar pronto até a Copa e que o preço vai ser abusivo.

Obviamente você também pode ir de carro ao aeroporto, e neste item também somos humilhados. Heathrow tem vários estacionamentos em volta, servidos por linhas de ônibus que te levam aos terminais do aeroporto de graça. Em um desses estacionamentos, tinha mais de 6 pontos! É isso mesmo, 6 pontos de ônibus DENTRO do estacionamento!! Correção: dentro de UM DOS estacionamentos!! Já mencionei que esses ônibus são de graça?

Enquanto isso, em Guarulhos, o único e pateticamente minúsculo estacionamento já estourou o limite. Como bem reparado neste fórum, qualquer Carrefour ou shopping center tem mais vagas que o nosso querido aeroporto de merda!

Sites

Para terminar a surra, compare os sites de Heathrow e de Cumbica e tire suas próprias conclusões. Não falo nem de layout e outras frescuras, falo da quantidade e qualidade das informações que cada um possui. Isso porque o nosso aeroporto é menor que o deles, teoricamente seria bem mais fácil fazer um site completo e abrangente sobre tudo que tem lá. Mas nem isso conseguimos fazer direito.

E para fechar com chave de “ouro”, uma pérola: achei um site que parece ser exclusivamente do estacionamento do aeroporto. Só tem um detalhe: não tem uma informação útil! Nem o “clique aqui” é clicável! (pode procurar, não é mesmo!)

Para piorar, às vezes parece que foi uma criança de 5 anos que escreveu os textos. Na seção de “Vantagens”, é dito que “O valor é outra vantagem, pois geralmente o aeroporto não fica próximo a sua residência e o valor do taxi fica alto”. É isso mesmo, táxi sem acento. Sem falar da constatação “genial” de que a maioria das pessoas mora longe do aeroporto. Já li todo o conteúdo – que não é muito – e não sei se choro ou dou risada.

Eu desisto.

Triste conclusão

Não adianta, podemos nos orgulhar de ser um povo alegre, “que não desiste nunca”, que sempre dá um jeito pra tudo, e aquela baboseira toda, mas nunca seremos um país realmente sério, onde as coisas funcionam de verdade. O nosso principal aeroporto está no limite (se é que já não passou) e o governo acha que está tudo certo para receber a Copa e as Olimpíadas. Nem vou entrar no mérito do nosso dinheiro sendo usado e abusado nesta “grande festa”, estou focando apenas na infraestrutura, que é só a ponta do iceberg.

Eu quero estar bem longe do aeroporto quando os turistas chegarem. Prevejo caos, desordem e o governo tentando encobrir e fingindo que está tudo bem (ainda mais se for a Dilma, que deve seguir o estilo Lula do “eu-não-sabia-é-tudo-invenção-da-imprensa”). Alguém duvida que vai ser diferente?

Anúncios

Oi, tudo bem? Claro que não!!

Depois da experiência anterior com a Net, achei que havia chegado ao fundo do poço do inferno dos call centers. Mas não há nada tão ruim que não possa piorar. Desta vez precisei ligar para o atendimento da Oi.

No primeiro contato, a ligação estava péssima, mal dava para entender o que o atendente falava. Eu pedi para ele repetir, e é claro que ele ficou irritado, começou a gritar de forma mal educada e disse para esperar enquanto verificava sei-lá-o-que no sistema. Claro que também me pediram o DDD, número do celular, nome completo e data de nascimento (isso porque teoricamente o call center já deveria detectar qual o telefone que está ligando, mas isso seria exigir demais de uma empresa de telefonia, não é mesmo?). Depois de 5 minutos de completo silêncio, a ligação do nada é transferida.

Atende outro sujeito, a ligação novamente está ruim (o problema não é com meu aparelho, já que fiz outras ligações no mesmo dia e estava normal) e novamente o sujeito ficou irritado quando eu pedi para ele repetir o que disse devido à péssima qualidade da ligação. De novo ele me pede o DDD, número do celular, nome completo e data de nascimento (para que integrar os sistemas, não é mesmo? vamos complicar tudo para o atendimento demorar mais). Novamente silêncio de 5 minutos e nova transferência.

Atende outra pessoa, eu digo que já fui transferido 2 vezes e só gostaria de saber quem é que poderia resolver meu problema (que em tese é simples: habilitar o roaming internacional). Ela pede meus dados de novo (DDD, número de celular, nome completo e data de nascimento) e me transfere de novo.

Quarto atendente, a ligação continua ruim, eu peço para repetir e mais uma vez o sujeito fica irritado. Ora, eu não tenho culpa se um call center que basicamente usa o telefone não consegue ter a competência de ter uma linha decente sem ruídos, fique irritado com quem fez esta merda, não comigo, porra! Eu digo que quero habilitar roaming internacional e o sujeito entende que é cancelamento. (se eu quisesse cancelar, talvez não fosse tão fácil assim). Eu digo que não, explico tudo de novo, novamente é pedido meu DDD, número de celular, nome completo e data de nascimento. Silêncio de 5 minutos e… finalmente sou atendido.

Ou não? Sei lá, me deu um medo enorme do sujeito ter cancelado tudo ou feito qualquer outra coisa bizarra no sistema. Pior que só vou descobrir quando já for tarde.

Ah sim, para fechar com chave de ouro, os filhos da puta não me deram um número de protocolo! Já fiz a devida reclamação na Anatel, vamos ver se funciona (não estou muito otimista, mas vamos dar uma chance, né?)

Por fim, concluo que, por pior que seja o call center da Net, existem coisas ainda piores e muito mais horrendas, como esta porcaria da Oi. Não dá nem para chamar de call center, de tão ruim que é. Espero NUNCA MAIS precisar desta bosta. Voltando de viagem vou começar a procurar outra operadora.

Update: algumas horas depois chegou o número do protocolo (por que não informar na mesma ligação como todos os outros call-centers fazem?). Para finalizar,  quando eu estava lá na gringa, toda vez que alguém me ligava aparecia o meu próprio número no identificador de chamadas! Eu consegui ligar para mim mesmo, olha só! Sensacional, não? 🙂

Mas não pode elogiar mesmo

Não adianta. Foi só elogiar a Net que ela começou a dar mancada.

Foi só falar bem do atendimento, etc e tal, que algumas semanas depois a internet caiu. Assim, do nada. E mais de uma vez. Liguei no call center, fiquei meia hora e nada. O sujeito foi agendar uma visita e o sistema caiu. Desisti. Por sorte, alguns dias depois, ela voltou.

Agora foi a TV. 90% dos canais não funcionam mais. Assim, do nada. Os poucos que funcionam são os que eu nunca assisto. Liguei e já estou há mais de 20 minutos escutando musiquinhas genéricas e mensagens dizendo que a Net é rápida etc e tal. Sim, estou escrevendo este texto enquanto espero algum atendente me atender. Já li meus emails, meus feeds, assisti alguns vídeos idiotas no youtube e não aguento mais essa espera. O mais legal é que tenho o protocolo (003100338467421) mesmo sem ter sido atendido. É só ligar que já te dão um protocolo. Deve ser por isso que esse número é tão grande.

Será possível que não se pode elogiar nada? Quando finalmente eu acho que encontrei uma empresa séria que prioriza o atendimento ao cliente, quebro a cara e percebo que a realidade é uma merda.